Masthead header

Gente, esse cacto de tricô rabo de gato fake está há um tempo na minha caixinha de prioridades pra mostrar pra vocês. Mas antes de mais nada, deixa eu dizer uma coisa… eu acho lindos aqueles enfeites de parede feitos com o famoso tricozinho rabo de gato, também chamado de i-cord ou tricotin, sabem? Nomes, balões, corações… Inclusive, fiz muito dele na minha infância e não acho que o cordão de algodão e ele sejam a mesma coisa… mas, gente, como tempo é coisa que a gente não tá achando no supermercado e como eu sei que você pode ser uma das milhões de pessoas no mundo que também quer o nominho do filho fofinho na parede, essa é uma dica esperta para um resultado super bacana no mesmo estilo!

Para alegria de todos, esse é um passo a passo bem simples! Pra colocar a mão na massa mesmo! Vale começar a pensar nos presentinhos de páscoa, de dia dos namorados… o que for! É só variar o formato do desenho! Aliás, uma cenourinha assim vai ficar bem lindinha, né?… Hmmm… vou fazer!

Ói ele:

cacto-forrado-com-cordão-de-algodão

Você precisará de pouquíssimos materiais: cordão de algodão (é importante que seja um que tenha “alma”, pra tirar e substituir pelo arame que dá formato à peça), corante de tecido, retalho de madeira (opcional) e arame ou fio rígido.

O retalho de madeira eu digo que é opcional porque você pode “plantar” o seu cacto em um vasinho mesmo.

cacto-forrado-com-cordão-de-algodão

O primeiro passo é tingir o cordão. Você deve diluir o pó em água fervente, conforme as instruções do fabricante e mergulhar o cordão nessa mistura. Uns 3 minutinhos serão suficientes. Tire da água e deixe secar até o dia seguinte. Cuide com a sua roupa, porque a ideia desse corante é não sair mesmo! 😉

cacto-forrado-com-cordão-de-algodão

Agora você vai dar forma ao seu arame. No meu caso, eu tinha esse fio rígido em casa e foi ele mesmo que eu usei! Então você deve puxar aqueles fios que estão no miolinho do cordão, que são a “alma” dele, pobrezinho.

cacto-forrado-com-cordão-de-algodão

Passe o cordão em volta do fio rígido. Naaada de mistério, né? Fala sério! Corte os excessos das pontinhas.

cactus-forrado-trico-rabo-gato-fake

No meu caso, como eu coloquei o cacto nesse vasinho também fake (tudo fake hoje por aqui!!!), passei uma fitinha na ponta, pra ele não engruvinhar todo. Rs. Percebam que eu dei uma serradinha naquele retalho de madeira pra ele ficar num formato mais parecido com o de vaso e fiz esses 2 furinhos com broca 10 para encaixar a base do cactus.

cactus-forrado-trico-rabo-gato-fake

Ué, já acabô? Sim, meus queridos e minhas queridas! Tá pronto o exemplar de mandacaru do agreste que vai deixar sua paredinha a coza-mar-linda-di-meu-Deuzi!

cactus-forrado-trico-rabo-gato-fake

Por enquanto, é aqui que ele vai ficar, junto ao primo tudo…

cactus-forrado-trico-rabo-gato-fake

E pra quem quer uma coisica mais fofa, menos espinhenta? Tem também!!! Ó nóis trabalhando o amor no casamento… 😉

Love-encapado-com-cordão-de-algodão

Que tal? Curtiram? Já sabem, né? Se alguém fizer uma lindezinha dessas por aí, me manda as fotos, hein!?…

Você também poderá gostar de:

PINE ISTO! COMPARTILHE NO FACEBOOK INSCREVA-SE (RSS) 77,69,32,77,65,78,68,69,32,85,77,32,69,45,77,65,73,76LIAM-E MU EDNAM EM
  • Sabrina Mix - 21/02/2017 - 14:26

    Adorei, Fran!

    Só não consegui entender bem como é esse lance da “alma” do fio de algodão. Você poderia mostrar um com “alma” e um “desalmado”?

    Beijos e sucesso!!!ReplyCancel

    • Francine Bagnati - 21/02/2017 - 17:57

      hahaha… alma é um nome estranho, né? Mas é assim que chama mesmo. Tem alguns cordões que não têm nada dentro. Aí não tem espaço por onde passar o arame. Esse que eu usei tem no meio um monte de outros fios, que são a alma. Quando a gente tira, ele deixa um oco. É nesse espacinho que a gente coloca o arame. Em uma das fotinhos, eu mostro esses fios saindo. Veja lá se você reconhece. Se não, eu te mando uma foto por email, pra ficar claro.
      Beijão!ReplyCancel

  • Nathalia Ceccon - 21/02/2017 - 10:37

    Que lindeza, Fran! Fiquei com muita vontade de fazer para meu Matias, que chega em maio ♥ Tô aqui procurando uma fonte em que o “m” não fique muito cheio de voltinhas, porque senão fica muito pesado né? Enfim, se não rolar o nominho dele, vou inventar outra moda com essa sua dica fantástica! Beijoca!ReplyCancel

    • Francine Bagnati - 21/02/2017 - 17:53

      Menina, será que eu já sabia que vem um baby por aí? Acho que não… Que coisa beeeem boa, Nath! Parabéns, parabéns!!!
      Então, as voltinhas do M… não sei se tem como fugir, mas como é a primeira letra, vai ter só 2 voltinhas, né? Acho que vale tentar!
      Beijo enorme!!!ReplyCancel

Gente, vocês não conseguem imaginar o tamanho da minha felicidade! Hoje é dia de novidade das boas aqui no blog! Uma tag todinha nova… É a Me Diga Onde Moras… (que eu te direi quem és! Não é assim?…)

Estou inaugurando no Lá de Casa um novo formato de conteúdo, que (ok, sou suspeita pra falar, mas…) eu acho que é um jeito super bacana de apresentar inspirações de arquitetura e decoração! Especialmente porque ele tem movimento! Serão vídeos curtos, de casas da vida real! Casas que reflitam a personalidade dos moradores, que deixem claro que ali tem gente que vive de verdade. Casas autênticas!

E hoje eu quero te fazer um convite para passear pela casa de uma família linda, que conseguiu deixar a morada combinando exatamente com o seu estilo de vida. Sério, vocês precisam conhecer os cantinhos dessa casa!

Me diga onde Moras

Vamos assistir ao vídeo? Aqui no post vocês encontrarão alguns detalhes construtivos bacanas e um pouco da história da casa!

(para uma melhor experiência, clique na pequena engrenagem na barra inferior direita do seu vídeo e selecione a visualização em HD – 720 ou 1080p) 

 

Andrea (arquiteta) e Ricardo (engenheiro) construíram essa casa entre 2005 e 2006. Localizada no interior do Sambaqui, em Florianópolis, ela fica em um contato estreito com a Reserva dos Carijós. É natural que a beleza deste lugar tenha sido o grande determinante da arquitetura da casa. Ela tem sua frente predominantemente em vidro e convida o verde a entrar.  O telhado em uma água e as toras de eucalipto que se inclinam para frente, fazem um movimento de saudação à Reserva!

Essas toras de eucalipto, que foram doação de um familiar que estava desfazendo uma área de plantio, compõem toda a estrutura da casa com um sistema de encaixe feito por um carpinteiro e seu ajudante. Apenas! Um trabalho artesanal e de muito cuidado. Das coisas que a gente vê muito pouco hoje em dia. As esquadrias se encaixam em frisos feitos nos troncos. Como há poucas paredes de alvenaria na casa, houve um bom planejamento para definir por onde desceriam as tubulações do andar de cima. A escolha foi fazê-lo pela lateral da lareira e pela área de serviço.

A casa tem 2 módulos de 6x6m nas laterais e 1 módulo central de 3x3m, que abriga a escada. Vocês vão perceber melhor como fica essa distribuição no vídeo.

Algumas escolhas de materiais reduziram bastante o custo da obra. É o caso do piso do andar inferior, que é de lajotas de calçamento externo, impermeabilizadas. A escolha por uma piscina elevada também reduziu o custo e acelerou sua instalação.

Bom, vamos às fotos! Aqui entre nós… mesmo com elas, eu não deixaria de ver o vídeo! 😉

A porta de entrada foi de um restaurante do centro da cidade. Na minha opinião, ela é um dos destaques da casa!!!

me-diga-onde-moras

me-diga-onde-moras

me-diga-onde-moras

casa-com-filhos

casa-com-filhos

rolhas-na-decoração

sala-de-jantar

cozinha-rústica

me-diga-onde-moras

arte-na-decoração

varanda

varanda

me-diga-onde-moras

piscina

E então, minha gente, essa casa é ou não é um sonho? Eu acho!

Antes que me perguntem… sim, o Pedro e o Caetano também estão no vídeo, porque eles são amigos de berçário dos filhos do casal! Desses presentes que a gente recebe junto com a maternidade… amigos!

E agora eu quero pedir uns segundinhos da dedicação de vocês, se for possível… eu quero muuuito saber de vocês o que acharam desse formato de conteúdo? Ele me dá bastante trabalho (umas boas horas para chegar nesse resultado compacto). Então é claro que eu quero saber se está valendo a pena! Podem criticar, sugerir, elogiar… Please! 😉 E fiquem tranquilos… em breve teremos DIY de novo por aqui!

Você também poderá gostar de:

PINE ISTO! COMPARTILHE NO FACEBOOK INSCREVA-SE (RSS) 77,69,32,77,65,78,68,69,32,85,77,32,69,45,77,65,73,76LIAM-E MU EDNAM EM
  • Andréa Codogno - 22/02/2017 - 20:39

    Amei tudo! Tomara que venham mais e mais casas e inspirações! BeijosReplyCancel

  • Nina - 16/02/2017 - 16:44

    Sim, a casa é linda, a decoracao de babar, assim como a sua casa é! As fotos e as filmagens, maravilhosas, cheias de sensibilidade. O que é essa paisagem? Adorei o vento batendo nas cortinas, o céu, a impressao do calor. É tudo mt bonito! Só tenho um porém com o video e espero que vc nao me entenda mal: no mundo louco em que vivemos, e por nao saber que tipo de gente assiste nossos videos e fotos, nao seria mais sensato, colocar uma roupinha nas criancas?
    Sei lá… é só uma dica de mais uma mae 😉ReplyCancel

    • Francine Bagnati - 21/02/2017 - 17:51

      Oi, Nina! Que bom que você gostou! Fique tranquila… entendo a sua colocação, viu? Obrigada pela preocupação!
      Beijão grande!!!
      <3ReplyCancel

  • Tetezinha Angeloni - 16/02/2017 - 13:08

    Interessada.ReplyCancel

  • Paula Bacchieri - 15/02/2017 - 23:06

    Adorei a ideia, o formato e claro, teu olhar e tua perspectiva sobre os espaços, os detalhes. Tomara que continues com esta proposta, pois pretendo aconpanhar e conhecer mais e mais casas!! Ah, adorei a casa tb!! Linda, com soluçoes originais e autênticas … parabéns por mais esta iniciativa!! Ps: confesso que nao sei de onde tu tiras tempo guria kkkkReplyCancel

    • Francine Bagnati - 16/02/2017 - 8:29

      Ai, Paula, que máximo! Fico super feliz que tenhas curtido!!! Vamos ter mais casas por aqui, sim! Já temos algumas em processo.
      Olha, o tempo sempre foi muito meu amigo, mas acho que agora ele tá é rindo da minha cara! hahaha… Tá cada vez mais curto! Sei não o que eu vou fazer, mas que eu vou, eu vou! Kkkk
      Beijão enorme! Beijos em todos os Bacchieri aí!!! <3ReplyCancel

  • Carol - 15/02/2017 - 21:07

    Fran!!! Adorei a casa da Deia vista com os teus olhos e tua sensibilidade, ficou ainda mais linda!!! Parabéns pela proposta! Uma delícia, um super passeio!! Contando os dias pra ver a nossa rsrs!!! BeijosReplyCancel

    • Francine Bagnati - 16/02/2017 - 8:26

      Ai, Carol, nem me fala! Tô empolgada pra editar o da casa de vocês! As fotos estão bem legais! Vou ver se consigo te mandar pelo menos um spoiler, como diz o Pedro! hehehe…
      Brigadão, viu?
      Beijo enorme!ReplyCancel

  • Mari Mallaco - 15/02/2017 - 16:03

    Adorei, sobre o conteúdo desta maneira acho ótimo, a casa super linda!ReplyCancel

    • Francine Bagnati - 16/02/2017 - 8:23

      Que bom, Mari! Brigadão pelo retorno, viu? Teremos mais, sim!
      E concordo contigo… a casa é linda!!!
      BeijãoReplyCancel

  • Rosiane Araujo - 15/02/2017 - 15:35

    Fran querida!
    Que delícia conhecer esta novidade!
    A casa é realmente incrível, linda, e tudo de muito bom gosto.
    Apesar de amar fotos, concordo que o vídeo trouxe um movimento interessante, nos apresentando a forma como esta construção é vivida. Sensações de uma vida real, sabe?! Adorei!!!
    Sei dos bastidores, do trabalho e o tempo que isso leva, mas apostaria sim nesta ideia. É uma forma diferente de contar histórias de casas e de seus moradores.
    Parabéns e que venham muitos outros vídeos inspiradores!
    Beijinhos pra ti!
    ReplyCancel

    • Francine Bagnati - 16/02/2017 - 8:22

      Ai, Rosi, querida… brigadão, viu? Sua opinião conta muito pra mim!
      Simbora, então, né? Colocar a mão na massa e seguir no rumo! A gente vai aperfeiçoando no caminho!
      Beijo enorme!ReplyCancel

  • Pare - 15/02/2017 - 13:57

    Deia, que coisa linda tua casa…Mistura de cheiro de sítio com modernidade! Cada canto parece que apresenta uma musica de conforto e relaxamento …Amei! Parabéns e que este lugar seja repleto de felicidade!ReplyCancel

    • Francine Bagnati - 16/02/2017 - 8:21

      Ah, que legal! A casa da Déia é mesmo daquelas que convidam a gente a ficar mais um tiquinho, né?…
      Brigadão!ReplyCancel

  • Roberta - 15/02/2017 - 13:10

    Linda demais essa casa, amei!
    Ah, adorei o tipo de postagem, quero mais e mais casas reais…rs
    BeijosReplyCancel

    • Francine Bagnati - 16/02/2017 - 8:20

      Ôba, Roberta! Brigadão, viu?
      Já temos algumas em processo de edição! Vamo que vamo que a gente chega lá!
      Beijo enorme!ReplyCancel

  • Eliana Narvas - 15/02/2017 - 12:33

    Linda! A casa é um sonho mesmo. Pelo visto você é cercada de pessoas bacanas. Adorei tudo! BeijosReplyCancel

    • Francine Bagnati - 16/02/2017 - 8:20

      Eliana, menina, sabe que eu também me acho assim uma pessoa de sorte? Sou mesmo cercada de gente bacana!
      Brigadão, de coração! <3ReplyCancel

  • Deia (a proprietaria!!!) - 15/02/2017 - 11:24

    Fran…a sua sensibilidade deu um brilho ímpar ao post…com certeza conseguiu retratar perfeitamente onde moramos e quem somos!!! Parabéns amiga!!Com certeza pode seguir nessa linha!! Beijo grande!ReplyCancel

    • Francine Bagnati - 16/02/2017 - 8:18

      Ai, Déia, que coisa boa saber que tu gostou! Ufa!… Não é mole fazer jus à lindeza da casa de vocês!
      Já tenho algumas sugestões de outras pessoas e uma delas não vai dar pra escapar! Na próxima, vais ter que me dar uma mini entrevista! hahaha…
      Brigadão mais uma vez por abrir as portas tão generosamente pra essa iniciante aqui!!!
      Beijo enorme!ReplyCancel