Monthly Archives: Novembro 2015

Vi por aí e gamei! #2

Ahá! Hoje tem mais uma coletânea de ideias gênias em que eu tropecei aí na internet nesse último mês (ou um pouquinho mais). Vem que tem coisa boa demais!

Guardanapos lindos feitos de bandanas

Vou começar pelo blog da Ashley Ann, do Under The Sycamore. Não sei como é que esse meu blog já existe há quase 2 anos e eu nunca falei dela aqui. Não é exagero dizer que o Lá de Casa deve grande parte da sua existência a essa mulher – fotógrafa, crafiteira e mãe de 5 crianças lindas. Foi o primeiro blog que eu comecei a acompanhar, alguns anos atrás. Daqueles que a gente abre todas as manhãs pra ver se tem post novo, sabe? Definitivamente, ela me inspira a ser uma pessoa melhor. Se você começar a acompanhar o blog, vai entender do que eu estou falando. Dá vontade mesmo é de sentar na cozinha da casa dela e tomar um chá, ouvindo o barulho de fundo da criançada brincando.

Pois aqui neste post, ela mostra como transformou aquelas bandanas com estampa linda, mas super chamativas (e que por isso a gente adorava lá nos anos 90, né?) em guardanapos super charmosos. Um mergulho rápido na água sanitária e pronto! Como é que eu não pensei nisso antes?… Mas, sério, vai lá ver todo o post e se apaixone pelo blog inteiro!

Quarto dos sonhos

O que dizer desse cantinho no quarto de uma menina linda chamada Antônia, que apareceu no Na Toca Design? Um quarto cheio de história, com itens reaproveitados da família (coisa que vocês sabem que eu adoro) e cheio de bordadinhos da vovó (e isso é coisa que eu num guento! Me derreto toda!). Cliquem aqui para ver todos os detalhes desse quarto que é terreno fértil pra imaginação…

Cabeça de cervo de papel

Gente, e essa cabeça de cervo toda feita de papel, dobrado e colado na raça!?… Coisa maaaais linda! A fonte é a Abduzeedo. Lá você pode adquirir e baixar o molde para os recortes pelo preço de U$3. Esse jogo de sombras do papel dobrado é lindo ou não é?

Rejunte preto no azulejo branco? Siiim!

Essa é dica da Ana, do A Casa que a Minha Vó Queria. Uma cozinha linda com uma aposta improvável. Azulejos brancos com rejunte preto! Assim como ela, eu já tive uma cozinha assim, no meu primeiro apê! A vontade era arrancar e trocar tudinho, mas como eu era só um pouco doida, eu não arranquei nada, mas pintei TODO O REJUNTE! Afe, Maria, que sufoco! Agora, se tivessem me mostrado essa cozinha lindona aí antes, sei não se eu não ia abortar a missão… Tudo é uma questão de conjunto, né?

Letreiro em neon

O blog I Spy Diy mostra como fazer o letreiro que você imaginar, usando um fio de neon sobre um arame moldado. Esse fio de neon pode ser comprado pelo mercado livre mesmo. Dá pra soltar a imaginação!

Aqui você também vai encontrar o passo a passo dessa luminária em forma de lâmpada, que é ainda mais legal!

A geladeira linda da Eva!

Eu sei que vocês tudo já devem ter visto a geladeira renovada da Eva, do Ateliê Casa de Maria, mas eu gostei tanto que vou colocar aqui também! Vai que alguém não foi avisado… Ela arregaçou as mangas (se bem que quem mora na Bahia não usa mangas) e lixou, pintou, parafusou… tudo pra transformar a geladeira branquinha, basiquinha… em um ponto focal na cozinha. E arrasou!

Peruquinhas de personagens feitas com lã

Esse é outro blog gringo que eu adoro! A Dana, do Made disponibiliza alguns moldes de roupas para crianças que são bem fáceis de fazer, super bem explicados.

Neste post ela mostra 4 opções pra se fazer perucas de personagens pra criançada brincar. Não é coisa que vai se desmanchar, não, gente. É coisa boa! Essa roxinha aí é o que há de linda. O tutorial está em inglês, mas as imagens ajudam bastante e o translator taí pra ajudar, né?… 😉

Quem se anima?

E aí, meu povo, gostaram da seleção? Alguém tem sugestões para dar? Pode deixar aí nos comentários!!!

Add a comment...

Your email is never published or shared. Required fields are marked *

Tomate seco caseiro

Dia desses a gente assou umas pizzas aqui em casa. Os tomates estava lindos na feira e o forno ia ficar ligado por um bom tempo. Assando, assando, assando… Aí, né… Já quê… Decidi fazer uns tomates secos. É isso aí! Aqui em casa até o tomate seco é DIY, minha gente! hahaha…

É mumu de fazer! Quem trabalha mesmo é o forno. E o resultado? Uaaau! Um tomate seco na textura certa, daqueles que você não acha fácil por aí e, quando acha, te custa todos os reais da carteira… Bom, eu A-D-O-R-O tomate seco! Na pizza, na tapioca, na massa, no sanduba. Então, aqui em casa, ele é aposta certa!

Tomate seco caseiro

Querem ver como se faz?

Em primeiro lugar, escolha tomates bem madurinhos, de preferência o italiano. Aproveite e já faça bastante para aproveitar o tempo de forno, que é longo! Se você achar que ficou demais, mande como um carinho para as visitas que vieram jantar. Elas vão te amar no dia seguinte, quando fizerem o sanduba pro lanche!… Se você comprar 2,0Kg, vai encher quase 2 formas grandes. Se couberem no seu forno, vale a pena.

Tomate seco caseiro

Lave os tomates, tire esse umbiguinho e corte-os ao meio. Retire as sementes usando uma colher. Disponha-os na forma, com a casca para baixo. Faça uma mistura de 1 xícara de açúcar refinado + 1 colher de sopa rasa de sal. Espalhe parte dessa mistura sobre os tomates.

Tomate seco caseiro

Agora os italianinhos vão pro forno… Asse em fogo baixo, em torno de 170°C, por 1:30h.

Retire do forno, vire-os com a casca para cima, despeje mais uma parte da mistura de açúcar e sal e leve de volta ao forno (no fim das contas, a mistura não será toda usada. Fique frio. É isso mesmo…).

Deixe mais 1h, com a porta do forno entreaberta (vale usar uma colher de pau encaixada no canto da porta pra deixar a frestinha). Depois dessa 1h, vire-os novamente e deixe o tempo necessário para que eles fiquem no ponto.

Eu não gosto de tomate seco esturricado! Gosto que ele fique ainda um tiquinho carnudo. Aí vai do gosto de cada um. Se achar que precisa desidratar mais, é só deixar mais tempo.Tomate seco caseiro

Murcharam, os pobrezinhos… mas é isso o que a gente quer, né? 😉

Agora para guardar, use potes de vidro limpos. Coloque neles uma mistura de azeite de oliva (pode ser ou não extra-virgem) e vinagre de arroz, na proporção aproximada de 6:1. Aproveite para colocar uns temperinhos: um dente de alho, um raminho de tomilho ou alecrim, sementinhas de mostarda…

É importante que os tomates fiquem totalmente encobertos pelo azeite.

Tomate seco caseiro

Se você for consumir nos próximos 2 dias, pode até deixar fora da geladeira. Se não, guarde na geladeira por até 3 semanas. Na geladeira, o azeite vai dar uma cristalizada, ficar meio branquinho… Não se preocupe. Alguns minutinhos fora da geladeira e ele já volta a ser o que era!

Tomate seco

Que tal? Alguém aí querendo assar uma pizza? Aproveita o forno ligado e manda ver nos tomatinhos… 😉

E me diz uma coisa: em que receita você colocaria esses tomates secos?…

Ah, sim, eu já ia esquecendo… uma dica incrível e rápida pro dia da pizza: faça um processo semelhante usando tomatinho cereja. Corte-os ao meio, disponha em uma forma com a casca para baixo, polvilhe um pouco de açúcar (pode até ser o mascavo), um pouquinho de sal e uns fios de azeite de oliva. Leve ao forno por uns 20 minutinhos (se tiver a função grill, melhor ainda) e eles vão deixar a sua pizza margherita show de bola!

Add a comment...

Your email is never published or shared. Required fields are marked *

FAVORITOS DE TODOS OS TEMPOS