Cobrinha de Ouro e o meu macaco favorito!

Neste último final de semana fomos com quase toda a família passear aqui perto de Florianópolis, em uma Cascata chamada Cobrinha de Ouro. É um lugar lindo demais! A cor da água é inexplicável – cor de ouro mesmo e super transparente….

Cobrinha de ouro

Mal chegamos lá e o Pedro já começou a saracotear e querer reconhecer o espaço todo. Mãe, posso ir lá? E lá?… É incrível como ele se sente à vontade no meio da natureza! Só morre de medo é de espinho no pé!

E aí eu passei o tempo todo olhando e admirando esse jeitinho macaco dele. E fiquei pensando no quanto isso é importante para o desenvolvimento dele.

Quem conhece o Pedro sabe que ele é um menino algo tímido e reservado. Agora, quando ele está subindo, descendo, pulando, correndo… ele se sente completamente à vontade! E foi assim desde pequeninho. Começou pulando de cima do sofá, depois da cadeira, da mesa de jantar. Agora do muro de casa!

Muitos amigos, em um primeiro momento, quando o vêem no alto, ficam preocupados. “Minha nossa, desce daí!”; “Pedro, e se você cair?”… Acontece que percebemos que esses desafios que ele mesmo se coloca têm sido muito importantes para que ele ganhe em auto-confiança, auto-estima e segurança. E isso não se reflete só na questão das habilidades motoras, mas também (e principalmente) na personalidade dele! Resta a nós estar por perto e estimulá-lo.

Acho mesmo que crianças que exploram mais a capacidade corporal são mais capazes inclusive de identificar quais são as coisas para as quais elas ainda não estão preparadas. O Pedro, por exemplo, faz coisas que parecem super complicadas, como subir uma viga de ferro lisinha que temos aqui na sala de casa (veja na fotinho mais pra baixo…). Mas é muito pouco provável que ele vá tentar fazer alguma coisa que coloque ele de fato em risco. Parece que ele próprio já conhece a sua capacidade e se desenvolve em etapas – do mais fácil para o mais difícil.

Crianças que se arriscam podem se machucar! Certo. Concordo. Mas… o ganho que esse risco traz para o desenvolvimento emocional do meu pequeno, para mim, é incalculável!

O vizinho da frente da minha casa (que é nosso vizinho da frente desde que eu nasci) diz que vê o Pedro em cima do muro e lembra perfeitamente de como eu também passava horas do mesmo jeitinho. Eu acho essa lembrança um barato!

Vale dizer: não defendo que agora os pais e mães coloquem seus filhos no muro e que eles aprendam a se virar que é pra fortalecer a alma! Rsss… Mas defendo sim, e fortemente, que os pais e mães conheçam as habilidades dos seus filhos e percebam com eles e não POR ELES o limite do desafio que eles podem encarar. Quero dizer que não temos que nos adiantar sempre ao perigo. Ninguém faz isso por mal, mas pode ser que o exagero da precaução deixe as crianças inseguras com as próprias atitudes e decisões. Deixemos que eles experimentem essa sensação e que superem os perigos – um de cada vez. E claro, que estejamos por perto para soprar e dar beijinho nos arranhões que podem aparecer…

Tenho certeza que o movimento corporal tem importância diferente para cada criança. Mas para o nosso Pedroca aqui, ele tem sido fundamental!

Bom, agora se você tiver mais um tiquinho de paciência, dê uma olhada nas fotos desse pequeno paraíso e mais pra frente um pouco das aventuras do Pedro por aí…

Cobrinha de Ouro

Cobrinha de Ouro

Cobrinha de Ouro

Cobrinha de Ouro

Cobrinha de Ouro

Cobrinha de Ouro

Cobrinha de Ouro

Cobrinha de Ouro

Cobrinha de Ouro

Cobrinha de OuroCobrinha de Ouro

Cobrinha de ouro

Cobrinha de Ouro

Cobrinha de Ouro

Cobrinha de Ouro

Cobrinha de Ouro

Para quem quiser chegar lá: Saia da BR-101 em direção a Santo Amaro da Imperatriz. Depois de andar uns 5Km, verá uma placa indicando uma estradinha para a Cobrinha de Ouro. Vire à esquerda nessa indicação e siga até o final. Haverá outra placa indicando na próxima bifurcação. Ela fica em uma propriedade particular. Eles têm toda uma estrutura central de banheiros, bar, churrasqueiras. E para quem quiser, ande um pouquinho mais de carro para dentro da propriedade para um pouco mais de privacidade. Eles cobram um valor de R$ 10,00 por adulto para entrar.

E pode me chamar pra ir junto!!!

Agora sim… vejam se não é um molequinho mesmo…

Vida de macaco

Cobrinha de Ouro

 

Você também poderá gostar de:

Add a comment...

Your email is never published or shared. Required fields are marked *

POSTS RECENTES

FAVORITOS DE TODOS OS TEMPOS