Me Diga Onde Moras… #1 – Casa da Déia e do Rico

Gente, vocês não conseguem imaginar o tamanho da minha felicidade! Hoje é dia de novidade das boas aqui no blog! Uma tag todinha nova… É a Me Diga Onde Moras… (que eu te direi quem és! Não é assim?…)

Estou inaugurando no Lá de Casa um novo formato de conteúdo, que (ok, sou suspeita pra falar, mas…) eu acho que é um jeito super bacana de apresentar inspirações de arquitetura e decoração! Especialmente porque ele tem movimento! Serão vídeos curtos, de casas da vida real! Casas que reflitam a personalidade dos moradores, que deixem claro que ali tem gente que vive de verdade. Casas autênticas!

E hoje eu quero te fazer um convite para passear pela casa de uma família linda, que conseguiu deixar a morada combinando exatamente com o seu estilo de vida. Sério, vocês precisam conhecer os cantinhos dessa casa!

Me diga onde Moras

Vamos assistir ao vídeo? Aqui no post vocês encontrarão alguns detalhes construtivos bacanas e um pouco da história da casa!

(para uma melhor experiência, clique na pequena engrenagem na barra inferior direita do seu vídeo e selecione a visualização em HD – 720 ou 1080p) 

 

Andrea (arquiteta) e Ricardo (engenheiro) construíram essa casa entre 2005 e 2006. Localizada no interior do Sambaqui, em Florianópolis, ela fica em um contato estreito com a Reserva dos Carijós. É natural que a beleza deste lugar tenha sido o grande determinante da arquitetura da casa. Ela tem sua frente predominantemente em vidro e convida o verde a entrar.  O telhado em uma água e as toras de eucalipto que se inclinam para frente, fazem um movimento de saudação à Reserva!

Essas toras de eucalipto, que foram doação de um familiar que estava desfazendo uma área de plantio, compõem toda a estrutura da casa com um sistema de encaixe feito por um carpinteiro e seu ajudante. Apenas! Um trabalho artesanal e de muito cuidado. Das coisas que a gente vê muito pouco hoje em dia. As esquadrias se encaixam em frisos feitos nos troncos. Como há poucas paredes de alvenaria na casa, houve um bom planejamento para definir por onde desceriam as tubulações do andar de cima. A escolha foi fazê-lo pela lateral da lareira e pela área de serviço.

A casa tem 2 módulos de 6x6m nas laterais e 1 módulo central de 3x3m, que abriga a escada. Vocês vão perceber melhor como fica essa distribuição no vídeo.

Algumas escolhas de materiais reduziram bastante o custo da obra. É o caso do piso do andar inferior, que é de lajotas de calçamento externo, impermeabilizadas. A escolha por uma piscina elevada também reduziu o custo e acelerou sua instalação.

Bom, vamos às fotos! Aqui entre nós… mesmo com elas, eu não deixaria de ver o vídeo! 😉

A porta de entrada foi de um restaurante do centro da cidade. Na minha opinião, ela é um dos destaques da casa!!!

me-diga-onde-moras

me-diga-onde-moras

me-diga-onde-moras

casa-com-filhos

casa-com-filhos

rolhas-na-decoração

sala-de-jantar

cozinha-rústica

me-diga-onde-moras

arte-na-decoração

varanda

varanda

me-diga-onde-moras

piscina

E então, minha gente, essa casa é ou não é um sonho? Eu acho!

Antes que me perguntem… sim, o Pedro e o Caetano também estão no vídeo, porque eles são amigos de berçário dos filhos do casal! Desses presentes que a gente recebe junto com a maternidade… amigos!

E agora eu quero pedir uns segundinhos da dedicação de vocês, se for possível… eu quero muuuito saber de vocês o que acharam desse formato de conteúdo? Ele me dá bastante trabalho (umas boas horas para chegar nesse resultado compacto). Então é claro que eu quero saber se está valendo a pena! Podem criticar, sugerir, elogiar… Please! 😉 E fiquem tranquilos… em breve teremos DIY de novo por aqui!

Você também poderá gostar de:

Add a comment...

Your email is never published or shared. Required fields are marked *

POSTS RECENTES

FAVORITOS DE TODOS OS TEMPOS