Tomate seco caseiro

Dia desses a gente assou umas pizzas aqui em casa. Os tomates estava lindos na feira e o forno ia ficar ligado por um bom tempo. Assando, assando, assando… Aí, né… Já quê… Decidi fazer uns tomates secos. É isso aí! Aqui em casa até o tomate seco é DIY, minha gente! hahaha…

É mumu de fazer! Quem trabalha mesmo é o forno. E o resultado? Uaaau! Um tomate seco na textura certa, daqueles que você não acha fácil por aí e, quando acha, te custa todos os reais da carteira… Bom, eu A-D-O-R-O tomate seco! Na pizza, na tapioca, na massa, no sanduba. Então, aqui em casa, ele é aposta certa!

Tomate seco caseiro

Querem ver como se faz?

Em primeiro lugar, escolha tomates bem madurinhos, de preferência o italiano. Aproveite e já faça bastante para aproveitar o tempo de forno, que é longo! Se você achar que ficou demais, mande como um carinho para as visitas que vieram jantar. Elas vão te amar no dia seguinte, quando fizerem o sanduba pro lanche!… Se você comprar 2,0Kg, vai encher quase 2 formas grandes. Se couberem no seu forno, vale a pena.

Tomate seco caseiro

Lave os tomates, tire esse umbiguinho e corte-os ao meio. Retire as sementes usando uma colher. Disponha-os na forma, com a casca para baixo. Faça uma mistura de 1 xícara de açúcar refinado + 1 colher de sopa rasa de sal. Espalhe parte dessa mistura sobre os tomates.

Tomate seco caseiro

Agora os italianinhos vão pro forno… Asse em fogo baixo, em torno de 170°C, por 1:30h.

Retire do forno, vire-os com a casca para cima, despeje mais uma parte da mistura de açúcar e sal e leve de volta ao forno (no fim das contas, a mistura não será toda usada. Fique frio. É isso mesmo…).

Deixe mais 1h, com a porta do forno entreaberta (vale usar uma colher de pau encaixada no canto da porta pra deixar a frestinha). Depois dessa 1h, vire-os novamente e deixe o tempo necessário para que eles fiquem no ponto.

Eu não gosto de tomate seco esturricado! Gosto que ele fique ainda um tiquinho carnudo. Aí vai do gosto de cada um. Se achar que precisa desidratar mais, é só deixar mais tempo.Tomate seco caseiro

Murcharam, os pobrezinhos… mas é isso o que a gente quer, né? 😉

Agora para guardar, use potes de vidro limpos. Coloque neles uma mistura de azeite de oliva (pode ser ou não extra-virgem) e vinagre de arroz, na proporção aproximada de 6:1. Aproveite para colocar uns temperinhos: um dente de alho, um raminho de tomilho ou alecrim, sementinhas de mostarda…

É importante que os tomates fiquem totalmente encobertos pelo azeite.

Tomate seco caseiro

Se você for consumir nos próximos 2 dias, pode até deixar fora da geladeira. Se não, guarde na geladeira por até 3 semanas. Na geladeira, o azeite vai dar uma cristalizada, ficar meio branquinho… Não se preocupe. Alguns minutinhos fora da geladeira e ele já volta a ser o que era!

Tomate seco

Que tal? Alguém aí querendo assar uma pizza? Aproveita o forno ligado e manda ver nos tomatinhos… 😉

E me diz uma coisa: em que receita você colocaria esses tomates secos?…

Ah, sim, eu já ia esquecendo… uma dica incrível e rápida pro dia da pizza: faça um processo semelhante usando tomatinho cereja. Corte-os ao meio, disponha em uma forma com a casca para baixo, polvilhe um pouco de açúcar (pode até ser o mascavo), um pouquinho de sal e uns fios de azeite de oliva. Leve ao forno por uns 20 minutinhos (se tiver a função grill, melhor ainda) e eles vão deixar a sua pizza margherita show de bola!

Você também poderá gostar de:

Add a comment...

Your email is never published or shared. Required fields are marked *

POSTS RECENTES

FAVORITOS DE TODOS OS TEMPOS