Um urso branco de papel machê

No começo de junho a escola dos meninos estava se preparando para a festa junina e decidiram fazer uma apresentação de Boi de Mamão (para quem não conhece, é uma manifestação folclórica típica daqui. Os meninos são apaixonados pela brincadeira!). Para envolver as famílias, pediram que cada aluno fizesse em casa uma caracterização do personagem que representariam. O Caetano era o cavaleiro. O Pedro, o urso branco! Quem acompanha o Lá de Casa no Instagram ou no Facebook, já viu como ficou o cavalinho do Caetano, né? (Ainda não acompanha? Ah, clica no link e vai lá, sô!).

Pois eu achei que seria uma boa oportunidade de testar as habilidades com papel machê! Nos idos anos 90 eu fui uma aprendiz de atriz! kkkk… não sei bem como, com o meu jeito meio tímida, mas eu bem que tentei! Lógico que eu não tinha o menor talento pra subir no palco, mas me divertia muito fazendo o cenário das peças, quase todo em papel machê. Se eu tivesse sacado isso na época, talvez minha carreira nos palcos tivesse durado mais (atrás deles, é claro! ;)). Enfim, desde aquela época eu não tinha feito mais nada com a técnica, mas sempre achei que ia ser legal testar com os meninos. Por quê não, né?…

Urso Branco

No fim das contas, não deu tempo de terminar e eu fiz uma máscara de feltro para a festa. Só agora é que a gente finalizou a máscara do Urso Branco! Quer ver como foi o processo? Então vamos lá! (as fotos não ficaram aquelas maravilhas, gente. Fizemos tudo no meio da bagunça das crianças, um pouquinho de cada vez… não deu pra preparar muito… algumas são do celular mesmo, mas vale o registro)

Pesquisei um pouco na internet sobre as opções de técnicas e acabei achando boa essa de fazer uma “estrutura” para a máscara usando papel cartão. Eu usei uma sacola de loja, dessas de papel mais grosso. O Pedro foi referência para as medidas e fiz assim meio no olho, grampeando as fitas de papel no formato que eu queria.

Papel machê

Uma das técnicas que eu vi usava papel alumínio para envolver essa estrutura e servir como base para a colocação do jornal. Eu tentei, mas pelo formato que eu queria, achei mais fácil usar o bom e velho balão mesmo (fui reaprendendo no processo…).

Papel machê

A fita crepe serviu para fechar as laterais e dar o formato do focinho do urso.

Vamos à parte divertida? A goma!

Tem gente que usa apenas cola branca diluída. Tem gente que faz uma goma com farinha e água no fogão. Eu decidi testar essa misturinha aí de baixo e deu bem certo.

– 2 xícaras de farinha de trigo

– 2 xícaras de água

– 1 colher de sobremesa rasa de sal

É só misturar tudo! Essa não vai pro fogo.

Para a segunda camada, eu coloquei um pouco mais de água, pra ficar mais delicado no acabamento.

Deixei com os meninos a tarefa de cortar tiras de jornal. Na foto eles estão usando tesoura, mas não precisa, viu? Eles estavam dispostos… É só rasgar na mão mesmo… O ideal é que elas não sejam muito largas, pra acompanhar as curvas da estrutura com mais facilidade.

Papel machê

Papel machê

Fomos mergulhando as tiras de jornal na goma, tirando o excesso e colando sobre a estrutura, sem nenhuma ordem. É uma delícia de atividade, eu juro!

Papel machê

Papel machê

Papel machêPapel machê

Sim, exige um tantinho de paciência, mas é muito legal.

Feita a primeira camada, deixamos secar bem (algumas horas no sol) e fizemos mais uma camada. Nos pontos mais sensíveis eu fiz mais uma ainda.

Para fazer as orelhas, recortei 2 pedaços do mesmo papel, como na foto abaixo, fazendo uns pequenos recortes em toda a volta da orelha. Usei fita crepe e fui colando uma bordinha sobre a outra, pra dar essa curva para a orelha. Credo, lendo isso não dá pra entender nada, né? Olhe as fotos que vai ficar mais claro…

Papel machê

Colei essas orelhas na cabeça do urso com fita crepe e fiz outra camada do papel machê sobre elas.

Papel machê

Para os olhos, usei mais ou menos a medida dos olhos do Pedro, para que ele enxergasse bem pelos buraquinhos. O urso branco tem olhinhos pequenos mesmo… Cortei eles usando um estilete de precisão.

Tanto as orelhas, quanto os olhos precisaram ainda de mais uma camada para o acabamento. Decidi dar uma “engordadinha” na borda da orelha do urso. Olhe abaixo a diferença entre as duas.

Papel machê

Fiz isso usando um pedaço de papel que eu enrolei e mergulhei na goma. Grudei na bordinha da orelha e depois coloquei mais uma camada de papel.

Papel machê

Sim, esse é o demorado da técnica. São algumas camadas… mas fomos fazendo nos intervalinhos que dava – enquanto as crianças brincavam no jardim, enquanto meu pai assava churrasco, enquanto tomava chimarrão… sem pressa. Esse urso passou quase 3 semanas na minha bancada, sendo feito aos poucos…

Depois de tantas camadas, pintei tudo de branco. Como o urso é branco mesmo, não tem muito o que fazer de detalhes, mas mesmo assim eu achei que ia acabar estragando tudo com a minha falta de habilidade com pintura! Preferi usar tinta de aquarela pra dar esse efeito menos regular.

Papel machê

Feito isso, colei com cola quente um elástico largo, mais uma vez, usando a cabeça dos meninos como referência de tamanho.

papel machê

E pronto! Foi só entregar pra criançada que eles sabiam bem o que fazer!

Aqui em casa foi um tal de Urso Branco correndo atrás do mané João que foi bonito de ver! Difícil foi parar pra bater as fotos…

papel machê

Urso branco

papel machê

papel machê

Estamos dando boas risadas com esse urso!

E vocês, gostaram?

Você também poderá gostar de:

POSTS RECENTES

FAVORITOS DE TODOS OS TEMPOS